Skip Navigation Links
HOME
QUEM SOMOS
VIDA DA PO
CONCÍLIO VATICANO II
GALERIA DE FOTOS
FALE CONOSCO
MEMÓRIASExpand <b>MEMÓRIAS</b>
LOCALIZAÇÃO
LINKS
 
Busca:
 
Imagem
  
VIDEOS [+] mais
  
Depoimentos
ESPIRITUALIDADE
O Mistério do Amor - Júlio Lázaro Torma

                       O Mistério do Amor

 

                       Júlio Lázaro Torma*

                          " Tudo o que o Pai possui é meu.Por isso disse:

                             Há de receber do que é meu, e vo-lo anunciará"  ( Jo 16,15)

 

  Neste final de semana celebramos em nossas comunidades cristãs a Festa da Santíssima Trindade.

  A Santíssima Trindade, nós não encontramos na Bíblia, mas á reflexão nasce das comunidades cristãs primitivas, se torna proposição de fé, a relação divina entre Deus Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo, nos Concílios Ecumênico de Nicéia I ( 26/05-27/07/325) e de Constantinopla I ( maio e julho de 381).

  Muitos teólogos e filósofos tem discutido ao longo dos séculos, como as pessoas comuns sobre a natureza de Deus. "Quem é Deus?", " O que é Deus? Como podemos conhecê-lo?" e " Deus existe? Que definição podemos dar?" e deixam ao longo da história a sua impreensão sobre a existência de Deus.

  Alguns de maneira irônica nos dizem "Deus fez o homem a sua imagem e semelhança, este pagou-lhe na mesma moeda"( Voltaire).

  Ai, acabamos construindo a imagem de Deus segundo o nosso olhar e muitas vezes de uma maneira dominante, segundo os conceitos ideológicos de um Deus que oprime, castiga, mata, como forma de legitimar todo o poder opressor.

  Se olharmos Jesus não escreveu nenhum tratado sobre Deus, não falou de Deus e nenhuma de suas palavras. Mas falava do Pai, Papai, Abá e colocava Deus no meio, o centro de su projeto de vida, de libertação da humanidade que é o Reino de Deus ou Reino dos céus.

   Jesus no último instante de sua vida terrena entre nós, ao ser indagado por Felipe; " Senhor mostra nos o Pai e isso nos basta" e Jesus lhe responde que o conhece, conhece o Pai e viu o Pai e cre que Jesus e Deus estão juntos e são um "( Jo 14,8-11).

  Jesus era Deus e ele mesmo fez a experiência de Deus, pois, estava envolto no grande mistério de Amor.

   Pois o Deus cristão é aquele que está no meio da humanidade, aquele que sofre junto aos seus filhos no meio de seu sofrimento. Ao mesmo tempo em que ele é um "Deus de Amor e só de Amor" ( I Jo 4,8).

  Nós cristãos acreditamos que no mistério último da realidade dando sentido e consistência a tudo, não há senão AMOR.

   A comunidade do discípulo amado (Jo 19,26), fez esta experiência de Deus e deixou se envolver e mergulhar no grande Mistério da bondade e Amor.

  Diante de um  mundo e sociedade em que cada vez mais se vive o ódio, violência, individualismo, rancor que gera a competividade entre as pessoas, fazendo com que vivamos o desamor.

   E reine a velha máxima de Friedrich Nietzsche (1844-1900), de que " Deus está morto" e os irmãos Karamazov de Dostoiévski ( 1821-1881), respondem " Se Deus não existe, a alma é mortal e tudo é permitido", então acaba reinando na terra o desamor e nós acabamos parecendo que não vemos Deus e acabamos em lindas teorias teológicas e filosóficas.

   Queremos entender e explicar Deus, sem fazermos a experiência de Deus, que é só amor e bondade, pois Ele é maior do que a nossa vã sabedoria. Pois só consegue ver a Deus e entender o Mistério de Deus Trino, quem sabe viver em comunidade e no Amor.

  O Espírito Santo que fica conosco, faz com que vivemos de fato o testemunho do Pai, do Filho e o projeto de Deus ao vivermos o AMOR.

   Pois o Amor faz com que saímos de nosso egoismo e individualismo e vamos ao encontro do outro sem interesses. Vivendo de fato o Amor em comunidade só assim nós poderemos conhecer e ver a Deus e mergulhar no seu mistério pois Deus é exencialmente Amor e como nos escreve o Apóstolo João, " Aquele que não ama não conhece a Deus,porque Deus é Amor" ( I Jo 4,8).

  Ao vivermos de fato o amor e a bondade nós cristãos estaremos vivendo praticamente o Mistério da Santíssima Trindade.

                 Bom Final de Semana e boas meditações

                            Jo 16, 12-15

 

 
< Voltar para a página anterior
 
  Endereço: Rua Guarapuava, 317 
Bairro: Mooca - São Paulo - SP - CEP 03164-150
 email: pastoral.operaria.nacional@gmail.com  e contato@pastoraloperaria.org.br
Tel.: (11) 2695-0404/ Fax.: (11) 2618-1077