Skip Navigation Links
HOME
QUEM SOMOS
VIDA DA PO
CONCÍLIO VATICANO II
GALERIA DE FOTOS
FALE CONOSCO
MEMÓRIASExpand <b>MEMÓRIAS</b>
LOCALIZAÇÃO
LINKS
 
Busca:
 
Imagem
  
VIDEOS [+] mais
  
Depoimentos
Nota da Rede Jubileu Sul Brasil

  

A Rede Jubileu Sul Brasil expressa seu total repúdio a  invasão a Embaixada da Venezuela em Brasília por um grupo apoiador de Juan Guaidó

Na madrugada de hoje, 13 de novembro, um grupo fardado, não identificado, invadiu a embaixada da Venezuela em Brasília tentando intimidar as funcionárias e funcionários do governo legitimo de Nicolas Madura e reconhecer uma embaixadora do golpista Juan Guaidó, deputado que se autoproclamou presidente do país em janeiro. A área invadida é também residencial onde moram famílias com crianças e funcionários da Embaixada.

É um crime. É uma violação do tratado diplomático internacional, a Convenção de Viena. É também violação dos direitos das famílias que moram na embaixada. A embaixada da Venezuela é território venezuelano, por tanto, é lugar soberano, assim como toda Venezuela.

Queremos reiterar a denuncia feita pelo ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, que também e deve ser denunciado à ONU: “Denunciamos que as instalações de nossa embaixada em Brasília foi invadida à força nesta madrugada. Responsabilizamos o governo do Brasil pela segurança de nosso pessoal e das instalações. Exigimos respeito à Convenção de Viena sobre relações diplomáticas”.

A direita e a extrema direita avançam sobre nossos países.  O neoliberalismo não quer deixar nem uma leve brisa sobre os povos.  Responde com uma escalada de desestabilização politica, deslegitimação de governos democraticamente eleitos.  E aprofundam os mecanismos de dominação, seja os tradicionais exércitos, policias ou milícias e um forte fundamentalismo religioso.

Por tanto, não tem espaço para outra coisa nessa conjuntura a não ser nossa organização.  Precisamos enfrentar com coragem, determinação e solidariedade com os companheiros e companheiras de Haiti, Chile, Bolívia que estão em luta, que estão nas ruas. É também um chamamento para que estejamos unidas e unidos em luta por nossa América Latina e Caribe.

Defendemos a autodeterminação dos povos.  Defendemos a autodeterminação e soberania de Venezuela!

Exigimos que o governo brasileiro cumpra as regras internacionais no trato dessas questões. 

 

Pela soberania dos Povos

Não devemos

Não pagamos

Somos os povos os credores.

 

 
< Voltar para a página anterior
 
  Endereço: Rua Guarapuava, 317 
Bairro: Mooca - São Paulo - SP - CEP 03164-150
 email: pastoral.operaria.nacional@gmail.com  e contato@pastoraloperaria.org.br
Tel.: (11) 2695-0404/ Fax.: (11) 2618-1077